Notícias

Fluxo negativo revela saídas enquanto há discursos de um Brasil barato

Fluxo negativo revela saídas enquanto há discursos de um Brasil barato

Por NGO

Pior resultado desde julho, o fluxo cambial fechou outubro negativo em US$ 3,5 bilhões, de acordo com os dados divulgados pelo Banco Central, na quarta-feira (04/11). O quadro é resultado de um déficit de US$ 237 milhões na conta comercial e saída líquida de US$ 3, 263 bilhões na conta financeira.

Outubro é o segundo mês consecutivo em que é registrado a saída de dólares do Brasil, intensificado depois que a agência S&P rebaixou o rating do Brasil de BBB- para BB+, mantendo uma perspectiva negativa da nota.

“Fluxo negativo revela saídas enquanto Abílio, Figueiredo e outros insinuam que Brasil está barato. Estivesse e o quadro seria outro. Parece que há um movimento orquestrado para criar está história de Brasil barato”, afirma Sidnei Nehme.
O diretor da NGO Corretora de Câmbio faz alusão ao discurso do presidente do conselho da BRF, Abílio Diniz, que durante evento disse que o “Brasil está em liquidação”, ou seja, muito barato para investidores estrangeiro.

Para Nehme, a fala do empresário não está de acordo com a realidade. “Absolutamente fora do contexto real. Há crise política, mas há uma crise na economia que os números não permitem não enxergar, a não ser por conveniência e média com o governo. Está barato pela inviabilidade no momento onde não há atratividade. A recessão só dá os primeiros sinais”, conclui Sidnei Nehme.

Compartilhar :
plugins premium WordPress