NGO-CambioNews grd

IGP-M agressivo intensifica percepção de inflação pelo “pass-through”  no varejo!

E que não se diga como o COPOM que é “temporário”, pois os preços estão mudando já no varejo para patamares preocupantes e o índice oficial, o IPCA, continua inerte na percepção.

Não precisa recorrer aos índices oficiais, basta ir ao supermercado e no “dia a dia” há a clara e inquestionável confirmação de que a inflação está de volta de forma voraz e exterminadora dos rendimentos assalariados, além, evidentemente, dos impactos do IGP-M nas contas administradas de consumo obrigatório e…

Leia mais

A perspectiva não é auspiciosa, há riscos crescentes e a inflação está presente!

O “pass-through” da alta dos preços no atacado, consequente do “câmbio alto”, para o varejo é uma realidade incontestável, e, tudo indica que considerar o fato temporário, como o fez o COPOM, é fugir ao enfrentamento da realidade, a menos que ocorra um arrefecimento da demanda externa de produtos agrícolas e pecuários, em especial, e outros como metálicos e uma queda acentuada do preço do dólar no nosso mercado.

Como este cenário de “ajuste” é improvável, a alta no preço dos alimentos…

Leia mais

Em cenários prospectivos diferentes COPOM e FED mantém taxas de juros inalteradas!

Com a inflação abaixo da meta o COPOM manteve, sinalizando o fim de linha, a taxa de juro SELIC, e embora com abordagem acomodatícia deixou nas entrelinhas um detalhe defensivo ao citar “atrelada a trajetória fiscal e inflação prospectiva”.

Por outro lado, o FED americano manteve a taxa de juro estável entre zero e 0,25% sinalizando a possibilidade de mantê-la até 2023 e mencionando o anseio de que a inflação alcance 2,0% ou pouco mais.

Embora possam parecer decisões simétricas na prim…

Leia mais

Inflação aquecida, renda cessante  de programas, crise fiscal...! Como crescer?

De repente, não mais que de repente, começam a “cair as fichas” e amenizada, em termos, a crise da pandemia do coronavírus,  é possível avaliação com maior acurácia do legado que está ficando deste evento, mas também ganha visibilidade o insucesso com diretriz econômica da intentada ideia do “câmbio alto juro baixo”, não pela ideia em si, mas pela má coordenação dos parâmetros adequados e suportáveis pela dinâmica da economia brasileira.

Aflora a incontestável realidade, inúmeras…

Leia mais

Inflação disseminada na economia envolvendo alimentos de forma severa e rápida!

Temos salientado que o “câmbio alto”, mais alto que o razoável, está impactando com força na cadeia de produtos agrícolas e pecuários exportáveis, provocando o “rebound” dos preços internacionais para a economia doméstica brasileira, provocando expressivo impacto inflacionário, e, adicionalmente com severo risco de ocasionar escassez.

A FAESC já admite a hipótese do Brasil vir a importar soja, a despeito de sermos um dos maiores exportadores do mundo, se não o maior, pois pode enfrenta…

Leia mais


Copyright © 2020. Direitos pertencentes a seus respectivos autores. É obrigatória a menção à fonte e ao autor para reprodução total ou parcial dos textos. Esta é uma publicação de caráter informativo e não deve ser considerada como uma oferta de compra ou venda de ativos ou de qualquer instrumento financeiro.

Coluna CâmbioNews nos principais veículos:

Investing.com
Money Times
Broadcast - AE

exclusivo para assinantes

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo