Notícias

Resultado fiscal volta ao azul com melhor janeiro em quatro anos

Resultado fiscal volta ao azul com melhor janeiro em quatro anos

Dados do Tesouro Nacional revelam que receitas do governo central superaram despesas em R$18,968 bilhões no mês de janeiro.

Interrompendo dois meses seguidos de resultado negativo, o governo central (formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrou um superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) de R$ 18,968 bilhões em janeiro, representando o melhor resultado para o mês em quatro anos. Os dados foram divulgados pelo Tesouro Nacional nesta quinta-feira (23).

Em janeiro, o resultado foi ainda maior que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando o governo central obteve um superávit de R$ 14,835 bilhões, com o impulso de recursos provenientes da venda de usinas hidrelétricas.

O incremento de R$ 2 bilhões nas receitas provenientes da exploração de petróleo contribuiu positivamente para o resultado deste mês. O valor representa um aumento de 57,2% em relação a janeiro de 2016. Segundo o Tesouro Nacional, isso ocorreu principalmente por conta do aumento na produção e no preço internacional da matéria-prima.

Além disso, o relatório explica que houve menor pressão fiscal no lado das despesas devido às medidas de equilíbrio das contas públicas implementadas pelo governo federal. De acordo com o Tesouro Nacional, esse processo ocasionou na redução em R$ 13 bilhões no pagamento dos “restos a pagar” – como são chamadas as despesas não pagas até o último dia do ano corrente.

Ao decompor o resultado do governo central, o Tesouro Nacional obteve um superávit de R$ 32,478 bilhões e o Banco Central registrou um déficit (quando as despesas são maiores que as receitas) de R$ 138,3 milhões. Já a Previdência Social observou um desempenho negativo de R$ 13,372 bilhões.

ngo noticias resultado fiscal jan


Fonte: Portal Brasil, com informações do Tesouro Nacional

Compartilhar :
plugins premium WordPress