Notícias

Camex zera tarifa para importação de arroz

O Rio Grande do Sul produz anualmente 70% da safra nacional de arroz

Em uma reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira (20), o Comitê Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) deliberou por zerar o imposto de importação de três variedades de arroz, sendo dois tipos não parbolizados e um tipo polido/brunido.

A fim de baratear os custos de importação e garantir o abastecimento, a medida que tem como objetivo repor as predas causadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, visto que o Estado é produtor de 70% da safra nacional do produto, foi solicitada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária, bem como pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), conforme comunicado emitido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC)

A resolução do Gecex/Camex será promulgada no Diário Oficial da União até quinta-feira próxima (23), com validade até 31 de dezembro. A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do MDIC monitorará a situação para reavaliar a duração da medida, se necessário.

Atualmente, a maioria das importações de arroz no Brasil provém do próprio Mercosul, sem incidência de tarifa de importação. Segundo o MDIC, a redução a zero da alíquota proporciona espaço para a aquisição de arroz de outros grandes produtores, como a Tailândia, que até abril deste ano respondia por 18,2% das importações brasileiras deste cereal.


Compartilhar :
plugins premium WordPress