NGO na Mídia

Em dia de Copom e ata do Fed, dólar opera em alta

 O dólar comercial desacelerou a alta ante o real nesta quarta-feira (10), com a realização de um leilão de swap cambial tradicional e após o Federal Reserve, banco central norte-americano, sinalizar que pode demorar um pouco mais para reduzir seu programa de compra de ativos. Perto das 15h40 (horário de Brasília), a moeda norte-americana tinha alta de 0,42%, para R$ 2,2714 na venda.

Discurso de Ben Bernanke deve influenciar os negócios nesta quarta. Na véspera, moeda fechou cotada a R$ 2,262, em leve alta de 0,12%.

O dólar comercial desacelerou a alta ante o real nesta quarta-feira (10), com a realização de um leilão de swap cambial tradicional e após o Federal Reserve, banco central norte-americano, sinalizar que pode demorar um pouco mais para reduzir seu programa de compra de ativos

Perto das 15h40 (horário de Brasília), a moeda norte-americana tinha alta de 0,42%, para R$ 2,2714 na venda.

O viés comprador deve prevalecer nas operações cambiais domésticas no início dos negócios desta quarta-feira, que conta com o retorno das operações de dólar futuro da BM&F. Na terça, por causa do feriado da Revolução Constitucionalista em São Paulo, o volume interbancário foi reduzido.

Na véspera, a moeda dos EUA fechou o dia cotada a R$ 2,262, em leve alta de 0,12%.
“As incertezas são muitas e as certezas são poucas. O dólar está numa rota de apreciação e o Copom vai subir o juros”, afirmou à reuters o diretor-executivo da NGO Corretora, Sidnei Nehme.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC divulga os próximos passos da política monetária após o fechamento do mercado. A Selic, atualmente em 8,0%, deve ser elevada em 0,5 ponto percentual, segundo expectativa da maioria de instituições financeiras e do mercado futuro de juros.


Fonte: G1
Link: http://migre.me/fpiFB
Autor: Do Valor OnLine
Data de publicação: 10/07/2013

Compartilhar :
plugins premium WordPress