Radar NGO

Com alta nos alimentos, Copom quebra ciclo de cortes e mantém Selic em 2% ao ano

"Copom deveria ter sido protagonista e reconhecido pressão inflacionária presente, não o fazendo inevitavelmente mercado trará para o curto prazo taxas de médio/longo prazo dada percepção generalizada de inflação, e, então, o Copom na próxima reunião sanciona com obediência ao mercado elevação do juro."

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu, por unanimidade, manter a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 2% ao ano. É a primeira vez, após nove cortes consecutivos, que a Selic não sofre alteração. Ainda assim, a taxa está no piso da série histórica do Copom, iniciada em junho de 1996.

A decisão era largamente aguardada pelo mercado financeiro. De um total de 48 instituições consultadas pelo Projeções Broadcast, todas esperavam pela manutenção da Selic em 2,00% ao ano no encontro do Copom desta quarta-feira, 16. Para 43 das 48 casas que enviaram estimativas...

Leia a matéria na fonte: br.investing.com/com-alta-nos-alimentos


Fonte: Investing.com
Publicado: 16 de setembro de 2020

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo