Fluxo Cambial - Contraditórios e contradições

As projeções do mercado apontavam para um fechamento do ano com a taxa cambial no em torno de R$ 4,15, depois atenuada para R$ 4,10, mas que mereceram ousadas estimativas de valores bem superiores.

Contraditoriamente as projeções atuais se situam próximas de R$ 4,05 e não fosse a piora do CDS nas últimas avaliações afetada pelo cenário prospectivo indicando piora nas transações correntes do país e poderia ter fechado o ano no surpreendente R$ 4,00, que acreditávamos firmemente, visto que o país não tem o menor risco de crise cambial, portanto teve um aviltamento da taxa cambial totalmente carente de fundamentos.

E há também a contradição já que a maioria das abordagens previa a depreciação da moeda nacional em razão direta do incremento no volume da demanda.

O volume da demanda foi substantivo, mas a preço da moeda nacional sofreu apreciação, confirmando que a dimensão da disfuncionalidade no mesmo, absolutamente fora da curva, não conseguiu resistir nem mesmo a tão somente perspectiva forte de melhora do cenário econômico brasileiro, que prenuncia fluxos de capitais estrangeiros intensos, sem, contudo nada ter ocorrido até então.

Houve uma relevante desconsideração aos méritos do BRASIL e da melhora de suas perspectivas influenciando este comportamento da moeda nacional, ainda que o fluxo cambial permanecesse substantivamente negativo, e se atribuiu elevada consideração ao embate comercial e suas nuances entre Estados Unidos e China, que sabidamente está longo de consenso, pois o que está em disputa é a hegemonia no comércio internacional, e isto é algo que só o tempo deixará evidente e não acordos parciais.

Então, até o dia 20 o fluxo cambial evidencia:

Fluxo Negativo total -US$ 40,846 Bi
Fluxo Cambial Positivo 2018 US$ 2,646 Bi
Em relação ao ano de 2018 tivemos
Comercial -US$ 28,412 Bi
Financeiro -US$ 15,080 Bi
Fluxo Negativo Total -US$ 43,492 Bi
BC VENDAS AO MERCADO US$ 35,896 Bi
BC LINHAS DE FINANCIAMENTO US$ 10,000 Bi
POSIÇÃO VENDIDA (a descoberto) DOS BANCOS US$ 37,494 Bi
RESERVAS CAMBIAIS US$ 356,565 Bi
 

O fluxo cambial perdura negativo, PORÉM a PERSPECTIVA de acentuada melhora em 2020 tem fortíssimo impacto na formação dos preços do dólar e da Bovespa.


Sidnei Moura Nehme<
Economista e Diretor Executivo da NGO Corretora de Câmbio

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo