Vista privilegiada

Vista privilegiada
Vista pelo lado do Guaíba, Porto Alegre oferece paisagens até surpreendentes. Da fumaça do diesel e poeira da avenida Mauá para além do muro, a diferença é enorme. O cheiro da água, os rebocadores ancorados e a visão de um prédio residencial tornam a área muito interessante. E se a Mauá não é exatamente uma vista tranquila, pelo menos os moradores têm uma visão privilegiada do Guaíba e das ilhas.


Se aqui vamos mal...
Apesar dos pesares e da impressão de que o País está a Deus dará, no exterior o sentimento não é esse. O risco Brasil, medido pelo Credit Default Swap vem registrando nova rodada de queda e está em 116 pontos. É o menor nível em seis anos, desde maio de 2013. A percepção é de um cenário doméstico que tende a melhorar, embora a cautela permaneça.


...lá fora vamos bem
Do mesmo diapasão, o economista Sidnei Moura Nehme, da NGO Corretora de Câmbio, também vê esse otimismo externo. Inflação e juros baixos, sucesso na reforma da Previdência e focando a tributária, e imunidade cambial parecem fatos pouco considerados internamente, devido ao confronto ideológico que não reconhece o lado positivo do governo Jair Bolsonaro (PSL).


Dia do faturamento
Dia disso, dia daquilo, hoje comemora-se o Dia do Sorvete e a internet está prenhe de sugestões, lembranças e sugestões sobre o assunto. Uma empresa aproveita o gancho e vai além, vende seu wafer crocante para acompanhar o sorvete. Quem sabe criamos o Dia do Croquete, do Pastel da Rodoviária, esses enjeitados.


Do lado de lá
O general uruguaio Guido Manini Ríos cumpriu périplo em Brasília. Avistou-se com o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) e o senador Luis Carlos Heinze (PP). Não à toa. Manini é candidato à presidência do Uruguai pelo partido conservador Cabildo Abierto. É a primeira vez que um candidato sem antecedentes políticos concorre ao cargo. Estaria a esquerda uruguaia perdendo terreno?


Programa Agrinho
Quase 300 mil alunos e mais de 18,3 mil professores de 2.121 escolas públicas do Rio Grande do Sul recebem, até o final de setembro, as revistas do Programa Agrinho 2019. A partir desta etapa, os educadores já podem trabalhar com os estudantes o tema desta edição, Meio Ambiente. O material estará disponível no site do Senar-RS.


Quem não arrisca...
...não petisca. Hoje, às 8h30min, a diretoria do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) realiza reunião com a bancada gaúcha para pedir emendas parlamentares para os hospitais do grupo, em especial o Centro de Oncologia. A obra está orçada em R$ 75 milhões e o GHC precisa de R$ 37 milhões para concluir a empreitada.


Lutzenberger
Um Theatro São Pedro lotado acompanhou e aplaudiu muito a performance O Silêncio do Mundo, na quinta-feira passada, com o líder indígena Ailton Krenak. Ao final do espetáculo do Porto Alegre em Cena, ele autografou livros e conversou com o público. Krenak falou de meio ambiente e lembrou de um gaúcho ilustre, o ecologista José Lutzenberger. A filha do ambientalista, Lara Lutzenberger, estava no grupo que o ouvia com atenção.


Cidade selvagem
Não precisa ser um dia de trânsito turbulento como foi a quinta-feira passada para se chegar à conclusão do quão frágil é a estrutura de fiscalização de Porto Alegre. Aliado à desobediência civil dos nossos motoristas (e pedestres), o resultado é um trânsito selvagem e um sentimento de que pagamos impostos para nada.


Debate na ACPA
A secretária nacional da Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Maria Hilda Marsiaj, será a palestrante de hoje da reunião-almoço MenuPoa, da Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA). O tema será a "Importância da participação empresarial para nova perspectiva do Brasil". A secretária é gaúcha e trabalhou na Procuradoria Regional da República da 4ª Região, em Porto Alegre.

ngo na midia jornal comercio rs Fonte: Jornal do Comércio
Autor: Fernando Albrecht - Começo de Conversa
Link: jornaldocomercio.com/comeco_de_conversa/703956-vista-privilegiada
Data de publicação: 22/09/2019

0
0
0
s2sdefault
Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo