NGO-CambioNews grd

Percepção externa prospectiva sobre o Brasil está melhor que a interna!

0
0
0
s2sdefault

Pontos relevantes como um CDS de 119 pontos, inflação baixa com viés de continuidade da tendência, juro baixo, ações do governo com sucesso na implementação da Reforma da Previdência e iniciando a Reforma Tributária, planos de desestatização da economia, reforma administrativa em foco, imunidade a crise cambial face deter soberbas reservas cambiais, etc..., parecem fatos pouco considerados internamente no país que está fortemente absorvido pelo confronto ideológico que não reconhece o…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

FED com 0,25% decepcionou hedge funds que venderam dólares x real no futuro?

0
0
0
s2sdefault

Era quase consensual o corte de 0,25% na taxa de juro americana pelo FED, assim como era absolutamente consensual o corte de 0,50% na SELIC pelo COPOM, mas os hedge funds, tanto interna quanto externamente, apostavam num FED mais agressivo cortando 0,50% e não 0,25% e ainda revelando-se neutro sobre perspectivas como ficou sinalizado ao não deixar peremptória indicação de continuidade de cortes, fato evidenciado até no resultado dos votos decisórios.

O massivo movimento de venda de dól…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Venda de dólares no mercado futuro segura o câmbio! Perspectivas melhoram?

0
0
0
s2sdefault

A percepção predominante é de que o COPOM precisaria do dólar com preço ligeiramente acima do ponto de equilíbrio, para conter as projeções de desvalorização cambial que compõe os agregados de formação do custo do cupom cambial, para que pudesse promover de forma confortável a redução da taxa SELIC hoje, confirmando a queda de 0,50%, em concomitância com a expectativa de que o FED americano reduza a taxa nos Estados Unidos em 0,25%, evitando a denominada disfuncionalidade.

Todavia, o q…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Fundos locais e externos continuam “vendendo” dólares, contendo alta no câmbio!

0
0
0
s2sdefault

Em nosso entendimento o COPOM teria maior conforto para reduzir a taxa SELIC num ambiente com o real mais desvalorizado no momento, contudo desde a semana passada fundos hedges nos Estados Unidos e agora, também, os fundos nacionais que operam no mercado futuro de dólares acentuaram seus movimentos de desmonte de posições “compradas” e/ou “aumento de posições “vendidas” e este fato acaba por conter o viés de alta do real”.

Pelas circunstâncias pontuais da ação do BC e, também, do ambie…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Preço do dólar em alta promoveria maior conforto para COPOM reduzir SELIC!

0
0
0
s2sdefault

Semana passada, apontamos que haviam sinais no comportamento do preço da moeda americana no nosso mercado que iam além dos efeitos das intervenções do BC.

Notamos que as posições “compradas” no mercado futuro haviam sido reduzidas, o que naturalmente na reversão tinham efeito na oferta e impactavam na formação do preço.

Em matéria divulgada pela rede americana CNBC, atribuindo matéria a Reuters, na sexta feira, apontou que os fundos de hedge e especuladores nos mercados futuros dos Est…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault


Copyright © 2019. Direitos pertencentes a seus respectivos autores. É obrigatória a menção à fonte e ao autor para reprodução total ou parcial dos texto. Esta é uma publicação de caráter informativo e não deve ser considerada como uma oferta de compra ou venda de ativos ou de qualquer instrumento financeiro.

Coluna CâmbioNews nos principais veículos:

Investing.com
Money Times
Broadcast - AE

exclusivo para assinantes

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo