BC avalia perspectivas sobre oportunidades e riscos das fintechs

Boxe dedicado ao tema foi divulgado na primeira edição do Relatório de Economia Bancária (REB), publicado em junho.

​No intuito de compreender as perspectivas sobre oportunidades para melhorar a qualidade na prestação de serviços e identificar riscos à estabilidade financeira, um boxe sobre fintech foi elaborado no primeiro Relatório de Economia Bancária (REB), publicado pelo Banco Central (BC) em 12 de junho.

Fintechs po…

Leia mais

Norma do BC requer padrão na divulgação de informações por parte das instituições financeiras

A proposta em consulta pública chama-se “Relatório de Pilar 3” e se baseia em documentos publicados pelo Comitê de Basileia para Supervisão Bancária.

O Banco Central (BC) colocou em consulta pública, por 60 dias, proposta para aprimorar a maneira por meio da qual as instituições financeiras divulgam informações sobre gestão de riscos, composição de capital e atendimento a limites prudenciais.…

Leia mais

Copom mantém taxa Selic em 6,50% a.a.

O Copom decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 6,50% a.a.

A atualização do cenário básico do Copom pode ser descrita com as seguintes observações:

  • A paralisação no setor de transporte de cargas no mês de maio dificulta a leitura da evolução recente da atividade econômica. Dados referentes ao mês de abril sugerem atividade mais consistente que nos meses anteriores. Entretanto, indicadores referentes a maio e, possivelmente, junho deverão…

Leia mais

CMN regulamenta fintechs de crédito e disciplina novas instituições financeiras

Medida faz parte da Agenda BC+ e incentiva a competição e a inovação no sistema financeiro.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou a atuação das fintechs de crédito, criando mais duas modalidades de instituição financeira: a Sociedade de Crédito Direto (SCD) e a Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP). As empresas que farão parte desses segmentos fazem uso intensivo de tecnologia e ofertam seu…

Leia mais

PIB da região Norte cresce 8 vezes mais que média nacional e alcança ritmo chinês

Com inflação baixa, juros em queda e economia estabilizada, País volta a crescer e economia regional mostra que o Norte se destaca. Demais regiões também ficaram no positivo.

Levantamento feito pelo portal Governo do Brasil revela que o Norte foi a região do País que mais cresceu no ano passado. Fabricação de televisores e eletrônicos, extração mineral, vendas no comércio e no setor de serviços, todos os…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo