Incertezas podem levar dólar a R$ 5 até as eleições de outubro

0
0
0
s2sdefault

Cenário internacional adverso, com guerra comercial entre Estados Unidos e China e melhora da economia norte-americana, aliado à insegurança sobre quem governará o país nos próximos anos devem elevar a cotação da moeda.

A volatilidade do câmbio pode aumentar no período que antecede a definição das candidaturas à Presidência da República. Há a possibilidade, segundo especialistas, de que o dólar chegue a R$ 5 ou mais, devido às indefinições nos cenários interno e externo. Muitos não des…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Bolsa sobe 1,96% e dólar fecha em alta, cotado a R$ 3,88

0
0
0
s2sdefault

Guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo foi amenizada pela decisão americana de retirar proibição a empresas do país de fazerem negócios com a chinesa ZTE.

A melhora do apetite pelo risco no exterior não conseguiu sustentar o dólar em queda durante a tarde, quando a moeda inverteu o sinal e passou a subir para fechar em R$ 3,8837, valorização de 0,21%. Descolada da tendência das demais divisas de economias emergentes, o real foi a única moeda daquele grupo a perder va…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Dólar tem espaço para voltar a cair, mas um fator deixa isso mais difícil de acontecer agora

0
0
0
s2sdefault

Se esta queda ocorrer, analista indica que seria um ótimo momento para comprar, mas as chances neste momento são baixas de vermos este cenário.

Após várias semanas de "batalha" com o mercado, o Banco Central reduziu suas intervenções e deixa agora o dólar flutuar conforme o cenário, que parece ter se estabilizado - pelo menos por enquanto - na casa de R$ 3,90. Apesar disso, analistas apontam que ainda existe a possibilidade de vermos a moeda cair um pouco, mas esta ausência do BC acaba…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Dólar fecha em R$ 3,93, maior cotação desde março de 2016

0
0
0
s2sdefault

Sinal do banco central americano de que os juros continuarão em alta renovou tendência de alta global da moeda.

O dólar teve novo dia de valorização e fechou cotado a R$ 3,9304, alta de 0,44%, o maior valor desde 1º de março de 2016, período em que a moeda subia em meio às expectativas pelo processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A divisa norte-americana abriu a quinta-feira em baixa, mas engatou alta ainda pela manhã e renovou máximas após a publicação da ata da reunião…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Com tensão comercial, dólar supera os R$ 3,91 e bolsa está em queda

0
0
0
s2sdefault

Em começo de semestre de volume reduzido por conta do jogo da seleção brasileira, investidores reagem com cautela a incertezas sobre comércio global.

A tensão dos investidores com os rumos do comércio global inibe o apetite ao risco neste começo de semestre de volume reduzido no Brasil em função do jogo da seleção brasileira. A persistente tensão comercial entre Estados Unidos e China apoia um dólar forte no exterior e um repique da moeda americana ante o real. Às 13h36, o dólar à vist…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault
Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo