Alta do dólar é política, não há nada que o BC possa fazer, diz especialista

O dólar não cede às intervenções do Banco Central porque os agentes financeiros já estão protegidos contra a oscilação da moeda, o que limita a demanda por ela.

A avaliação é de Sidnei Nehme, especialista em câmbio e diretor da corretora NGO. Para ele, não há mais nada que o BC possa fazer para segurar a desvalorização do real. Nehme avalia o atual movimento do mercado como "puramente emocional".

Folha - O BC só vendeu 20% do que ele ofertou em l…

Leia mais

Dólar sobe pelo 5º dia e se mantém no maior valor histórico, apesar de BC

Preocupações com as contas públicas brasileiras e incertezas políticas, além da crise global, voltaram a levar o dólar ao maior valor da história do real nesta quarta-feira (23), apesar de o Banco Central ter atuado no mercado para tentar conter a escalada da moeda americana.

O dólar comercial, utilizado em transações de comércio exterior, fechou em alta de 2,24%, a R$ 4,145 na venda, pouco abaixo da máxima de R$ 4,152 registrada na última h…

Leia mais

Para economistas, saída para crise envolve reforma previdenciária, corte de gastos e ajustes fiscais

Diante da perda do grau de investimento do Brasil na classificação da Standard and Poor’s (S&P), o governo anunciou um pacote de ajustes para recuperar o selo de “bom pagador” e reverter o rombo de R$ 30,5 bilhões no Orçamento de 2016. A proposta reúne um bloqueio de R$ 26 bilhões nos gastos orçamentais do ano que vem e a adoção de novos impostos, como o retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Para o economista e chefe do Departamento de Risco de Me…

Leia mais

Câmbio deve ficar sob pressão e sofrer mais volatilidade

Analistas já preveem dólar comercial a R$ 4,40. Sobe custo para se proteger de oscilações

SÃO PAULO e BRASÍLIA - A perda do grau de investimento pelo Brasil, anunciada pela agência Standard & Poor’s (S&P) anteontem, deve aumentar a volatilidade no mercado de câmbio. Analistas acreditam que a tendência é de redução dos fluxos de recursos estrangeiros para o Brasil neste e no próximo ano, pressionando o real para baixo ante o dólar. Após o rebaixamento, alguns bancos aumentaram s…

Leia mais

Como a perda do grau de investimento afeta o seu bolso

São Paulo - A alta dos juros é o principal efeito para o pequeno investidor da perda do grau de investimento do Brasil, anunciada pela agência de classificação de risco Standard & Poor's na noite desta quarta-feira (9). Essa tendência torna mais atrativos investimentos em renda fixa que acompanham a variação da taxa, mas por outro lado deve contribuir para o encarecimento de operações de crédito.

O grau de investimento é uma espécie de selo de bom pagador concedido pelas agências d…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo