Brasil registra entrada de US$ 14,4 bilhões em abril, maior valor em quase 7 anos

0
0
0
s2sdefault

Apesar disso, dólar avançou 6% no mês passado, a maior disparada mensal desde dezembro de 2016. Valorização é reflexo de corrida de investidores por proteção no mercado futuro.

O ingresso de dólares no Brasil superou a retirada em US$ 14,394 bilhões no mês de abril, informou o Banco Central nesta quarta-feira (9).

Trata-se do maior ingresso líquido de recursos na economia brasileira desde julho de 2011 - quando US$ 15,825 bilhões entraram no país.

A entrada de dólares favoreceria, em t…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Alta do dólar não será contida pelo Banco Central, afirma analista

0
0
0
s2sdefault

Para o especialista, impactos ao Brasil poderiam ser reduzidos com revisão de corte da Selic.

O investidor que está de olho no dólar pode ir se preparando. A recente alta da moeda americana tende a continuar pelos próximos meses, sem nada que o Banco Central possa fazer. Esse foi o parecer de Sidnei Moura Nehme, da NGO Corretora de Câmbio.

No relatório divulgado nesta semana, Nehme diz ainda que o valor do dólar mudou de patamar e a tendência é subir…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Dólar é cotado a R$ 3,59 pressionado por cenário externo

0
0
0
s2sdefault

Indefinição eleitoral no Brasil também contribui para alta da moeda americana.

O dólar opera em alta na manhã desta terça-feira, 9. A moeda americana é cotada a 3,59 reais, aguardando o anúncio da decisão do presidente americano, Donald Trump, sobre a permanência no acordo nuclear com o Irã. Às 12h, a moeda avançava 0,93%. “O dólar segue tendência de alta e deve continuar subindo impactado por diversos fatores, tanto externos quanto internos”, diz o economista Sidnei Neh…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Dólar a R$ 4,00? Disparada é "culpa" do exterior e eleição pode fazer moeda subir ainda mais

0
0
0
s2sdefault

Para analistas, 66% da recente alta do dólar tem relação com fatores internacionais, e incorporação de risco eleitoral deve pesar no mercado.

SÃO PAULO - Após passar quase dois meses oscilando dentro de um patamar entre R$ 3,20 e R$ 3,30, o dólar iniciou um movimento de forte alta em abril e na última semana superou o nível dos R$ 3,50, o que não acontecia desde junho de 2016. A questão é este novo cenário ainda não incorpora um dos principais riscos do mercado: as eleições. E isto pod…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Incerteza cambial

0
0
0
s2sdefault

Dólar dispara 7% em apenas um mês, atinge a maior cotação desde 2016 e deixa os empresários preocupados, sem saber o que fazer. Os riscos internacionais e as eleições no Brasil estimulam um cenário especulativo.

No fim do ano passado, o presidente da Kia Motors do Brasil, José Luiz Gandini, apresentou aos coreanos seu plano de negócios no País. Naquele momento, o dólar era vendido a R$ 3,30, o mesmo patamar que o mercado financeiro projetava para 2018. Após consultar os bancos, Gandini…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault
Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo