Fechando a roda

0
0
0
s2sdefault

O processo de fechamento do círculo sobre as economias encharcadas na enorme liquidez internacional, virando-se à custa de dívida e de deficits externos, deu outra volta, torcendo a relação de troca das moedas em relação ao dólar. No Brasil, o dólar progride, apesar das atuações do Banco Central. E da desoneração da taxa de 6% criada para barrar o capital externo interessado em papéis de renda fixa.

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

BC faz 2 leilões em um dia, mas dólar fecha em alta mais uma vez

0
0
0
s2sdefault

O dólar comercial fechou em alta ante o real nesta segunda-feira (10), mesmo após o Banco Central ter atuado para tentar segurar a alta da moeda, que durante o pregão foi ao patamar de R$ 2,16. O dólar fechou com avanço de 0,71%, vendido a R$ 2,1479. Foi a primeira vez no ano que o BC realizou num mesmo dia dois leilões de swap cambial tradicional, que equivalem a uma venda futura de dólares.…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Derrapagem cambial

0
0
0
s2sdefault

Ao deixar o dólar disparar e chegar a R$ 2,15, governo desorienta o empresariado, alimenta a inflação e prepara a próxima barbeiragem do Banco Central: a alta desnecessária dos juros. Não faz sentido. Checar a cotação do dólar na tela do computador é uma obsessão para o empresário Marcel Visconde, presidente da Stuttgart Sportcar, importadora da Porsche no Brasil. Sua preocupação com a oscilação cambial é proporcional ao valor dos carros, que varia de R$ 300 mil a R$ 800 mil.…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Governo estuda adotar mais medidas para afrouxar o câmbio

0
0
0
s2sdefault

A resistência de queda da moeda americana pode fazer com que o governo acione novas medidas para facilitar a entrada de recursos estrangeiros e o recuo do dólar. Entre as medidas na mesa da equipe econômica está zerar a cobrança de IOF sobre empréstimos externos e em operações de venda de dólares no mercado futuro. Na primeira, incide imposto de 6% para captações de até um ano, e na segunda, de 1% na saída da operação.…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Dólar abre a sessão em queda e vale R$ 2,12; Bolsa cai

0
0
0
s2sdefault

Depois de um pregão de grande instabilidade, o dólar comercial iniciou a sessão desta quinta-feira em queda e às 10h08m se desvalorizava 0,32% frente ao real. A moeda americana estava sendo negociada a R$ 2,122 na compra e R$ 2,123 na venda. Analistas acreditam que a divisa americana terá mais um dia de volatitilidade depois das medidas anunciadas pelo governo para segurar a escalada da moeda. No pregão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o Ibovespa, principal índice…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault
Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo