Exportação: Impacto da operação de câmbio na margem de lucro

0
0
0
s2sdefault

A vasta quantidade de normas e procedimentos exigidos pela legislação brasileira faz com que as empresas gastem, em média, 15 dias a mais do que os outros países para exportar um produto. De acordo com uma pesquisa do Banco Mundial, divulgada pela Revista Época, são perdidas cerca de 2.600 horas para colocar em dia as contas com o Fisco, por volta de 15 vezes a mais do tempo gasto na União Europeia, por exemplo.

São muitas etapas que devem ser cumpridas pelas empresas que vendem para o exterior e uma fase de extrema importância na exportação é o fechamento do contrato de câmbio, já que é o momento em que ocorre a venda da moeda estrangeira, por parte do exportador, resultante da exportação.

É muito importante que seja dedicado um cuidado especial para essa operação, já que a margem de lucro da exportação pode esvair-se numa operação de câmbio mal conduzida.

O fechamento de câmbio traz uma série de obrigações que o exportador tem de atender, como por exemplo, entregar no prazo os documentos, para o importador, que comprovem a venda para o exterior. Vale lembrar que este prazo não pode ultrapassar o limite máximo de 15 dias após o embarque da mercadoria para o exterior, conforme determinação do Banco Central.

O exportador também assume o compromisso de efetuar a liquidação do câmbio em uma determinada data, que é marcada pela entrada efetiva da moeda estrangeira. O cumprimento deste compromisso depende do pagamento por parte do importador.

Na exportação, o fechamento do câmbio pode ser efetuado até 180 dias após o recebimento da ordem de pagamento.


É muito importante que seja dedicado um cuidado especial para essa operação, já que a margem de lucro da exportação pode esvair-se numa operação de câmbio mal conduzida.

São diversos fatores que influenciam na definição do momento mais apropriado para o fechamento do câmbio, como a taxa de juros nominal vigente, as necessidades de recursos financeiros para elaboração do que será exportado, além das variações da taxa de câmbio, entre a data escolhida para o fechamento e a data da liquidação do contrato de câmbio.

Para garantir que a sua empresa não só esteja em dia com as obrigações legais, com relação aos processos que envolvem a exportação, mas que também garanta o melhor resultado no fechamento do câmbio é importante contar com uma instituição, devidamente autorizada a operar no mercado, que tenha expertise na escolha do melhor momento do fechamento, garantindo as melhores taxas.

Por se tratar de uma instituição independente, a corretora de câmbio tem como compromisso garantir o melhor custo benefício para o cliente.

Na hora de escolher um parceiro para o fechamento do câmbio, procure pela corretora que tem credibilidade atestada pelo mercado e que preza pela obtenção do melhor resultado para sua empresa.


Conheça o que a NGO pode fazer por você!

 

0
0
0
s2sdefault
Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo