NGO-CambioNews grd

Do euforismo exagerado ancorado em anseios à decepção em números

O governo pós impeachment cultivou a geração das perspectivas favoráveis acostadas em fortes anseios que criavam perspectivas favoráveis.

Passado um curto período de tempo é possível se ter a convicção amplamente contraditória de que há duvidas efetivas se houve alguma melhora efetiva.

O dólar teve seu preço depreciado, porém os efeitos danosos sobre a economia brasileira são expressivos, de vez que o preço da moeda americana caiu na irrealidade, desestimulando ainda mais a retomada da…

Leia mais

O Brasil que imaginamos ter e o Brasil que temos efetivamente

O novo Presidente eleito dos Estados Unidos assusta o mundo, principalmente os emergentes e, em especial o Brasil.

Mas se atentarmos o Brasil sequer foi objeto de qualquer menção por parte do novo presidente, que simplesmente nos ignorou a despeito do nosso tamanho geográfico, mas de efetiva pouca relevância no mundo econômico, visto que não consegue superar os seus problemas de atividade econômica e política fiscal no momento, que praticamente pouco ou nada mudaram do governo antecede…

Leia mais

Perspectivas menos otimistas, discursos menos eufóricos!

As autoridades brasileiras outrora excessivamente otimistas já têm conceitos mais tênues, o Brasil “vai crescer menos e de forma mais lenta”.

Grosseiramente poder-se-ia dizer que “a ficha está caindo” para as autoridades governamentais.

As projeções fugiam ao bom senso e ao razoável, isto sem destacar que vinham acompanhadas de rompantes de grandeza, que na verdade não existem.

Os pronunciamentos das autoridades governamentais, sempre contendo afirmativas superlativas, demonstrando um…

Leia mais

O Brasil em torno da convicção sobre Hillary, sabendo ser frágil

O Brasil vive um momento de irrealidades.

Sua economia “patina” na recessão e não consegue retomar ritmo, nem mesmo ser atraente para os investidores em conta “capital” aqueles que focam os interesses do país.

Há certo euforismo com discursos esperançosos sobre as perspectivas a partir dos novos governantes, mas as projeções para o PIB são tão ruins quanto eram mantendo as de decréscimo da atividade industrial.

Os gastos, algo marcante pelos excessos nos governos anteriores, continuam…

Leia mais

Entre a realidade e o anseio, há muitos riscos de retrocessos

A economia brasileira está quase tão tímida neste governo quanto no governo submetido ao “impeachment”, praticamente evidenciando fraquíssimo desempenho.

A produção industrial com alta de 0,5% em setembro sobre o mês anterior veio após recuos de 3,5% em agosto e 0,1% em julho.

A produção industrial do Brasil completou o 3º trimestre com esta discreta alta, com um resultado ainda insuficiente para abrir caminho para uma recuperação.

No confronto comparativo com o mesmo período de 2015 a…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook  ngo-icon d-rss  ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo