NGO-CambioNews grd

Momento é desfavorável para o Brasil, mas perspectivas não ensejam melhoras!

Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central do Brasil, afirmou de forma enfática:
“Tivemos queda da inflação, da taxa de juros e recuperação da economia”.

A queda da inflação é verdadeira, da taxa de juros SELIC também, mas sem correspondência em queda de juros no sistema de crédito e nem mesmo grande expansão, e a recuperação da economia podemos considerar faz parte do discurso governamental, mas o país começa a perceber que pode estar se configurando o temido “voo da galinha”.

Então co…

Leia mais

O Brasil reconhece suas realidades. Mercado financeiro ajusta preços dos ativos

Ao longo dos nossos comentários diários sempre contestamos de forma discreta na maioria das vezes e mais incisiva em algumas oportunidades a visão sobre a dinâmica da economia brasileira, foco de entusiasmadas abordagens e perspectivas exacerbadamente otimistas, pois entendíamos que havia interrompido o período de piora, mas ainda apresentava e continua a apresentar, inúmeras fragilidades que impedem que seus números possam ser considerados sustentáveis.

Sempre focamos na existência de…

Leia mais

Dólar na trajetória dos R$ 3,50 ou mais e Bovespa perde suporte. Economia patina!

É tempo para reflexão sobre a realidade da economia brasileira, e, questionar se houve efetivos e sustentáveis avanços ou a sociedade foi mais uma vez vítima de orquestração propagando um euforismo exorbitante a partir de fundamentos frágeis e altamente vulneráveis.

Indicadores recentes já apontam o desapontamento crescente com os indicadores da atividade econômica, deixando absolutamente transparente que a recuperação do emprego em termos efetivos é modestíssima tanto quanto da renda…

Leia mais

Complacência com risco político e ritmo lento da economia podem reverter otimismo

O mercado financeiro brasileiro ainda continua com um relativo otimismo a ponto de continuar sustentando suas projeções para o ano presente, mas já percebe que a evolução da Bovespa está travada e o dólar tem um viés firme de alta.

Este fato merece atenção, pois transparece uma complacência com as perspectivas bastante agravadas em torno do risco político absolutamente imprópria, visto que as preocupações em torno da política e sua perspectiva afronta a expectativa macroeconômica de cu…

Leia mais

Espasmos de altas na Bovespa e queda do dólar não afetam tendência de ajustes!

Fatores pontuais provocam comportamento volátil da Bovespa e do preço da moeda americana no nosso mercado, mas tendência de ajustes e postura de cautela por parte dos “players” em ambos os mercado devem persistir e colocar a dinâmica em linha mais cautelar e defensiva.

Ontem a intensidade da alta na Bovespa ocorreu em decorrência de fatos pontuais e interrupção do desmonte de posições por parte dos estrangeiros visto que a queda ocorrida sugeria que houvesse um movimento recuperatório…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo