NGO-CambioNews grd

Desencontros sobre a reforma impactam no preço dos ativos e projeções para 2018

A postura errática e sem sintonia de porta vozes do governo sobre a votação da reforma da previdência deixa à nu a absoluta falta de coordenação política sobre o tema, transmitindo a convicção de que as incertezas continuam prevalecendo no entorno da matéria.

Inquestionável a necessidade da reforma previdenciária, mas a forma de condução política pelo governo sucumbe frente a lobbies organizados dos vários setores que se opõe ante o risco de perderem privilégios, que acabam desgastando…

Leia mais

Mudanças de paradigmas ensejam reações do velho sobre o novo e afetam o mercado

O governo Temer vitimado por enorme desgaste popular tem uma característica interessante, qual seja pode se caracterizar como reformista, visto que busca romper com práticas e benefícios “getulianos” hoje totalmente impraticáveis, sendo mesmo  entraves a avanços em setores relevantes como trabalho, previdência, tributária, etc...

Contudo, é relevante observar-se que as mudanças de paradigmas despertam a rápida oposição dos defensores ou beneficiados das velhas práticas e privilegi…

Leia mais

Mercado poderá apresentar sua realidade efetiva, abatendo o otimismo exacerbado

O clima de "copo meio cheio" ou "copo meio vazio", continua prevalecendo, porém inegavelmente  o governo vem ganhando esta “guerra de comunicação”, pois tem quase todos porta vozes das instituições financeiras alavancando os ainda discretos sinais de recuperação que vem dando a economia, assim tem prevalecido a visão do “meio copo cheio”, mas há uma vulnerabilidade e falta de sustentabilidade sobre as quais há um silêncio ou colocações muito comedidas.

Contudo, é notório que na “g…

Leia mais

Reforma previdenciária, no curto prazo, e eleições em perspectiva, afetam o país

O “vai não vai” em torno da votação da Reforma Previdenciária e sua possibilidade ou não de aprovação afetam o humor do mercado financeiro, e por que não dizer da economia brasileira como um todo.

Afinal, o que está em jogo vai muito além do contexto da reforma, mas terá relevante impacto na, até podemos dizer, viabilidade do governo atual para coordenar o expressivo descontrole fiscal, e até pode comprometer ainda mais a sua credibilidade.

A economia brasileira dá sinais ainda modesto…

Leia mais

COPOM/BC reduz SELIC à mínima, mas tem visão tênue prospectiva sobre riscos!

Como era esperado, o COPOM/BC reduziu a taxa SELIC à mínima histórica, se bem que o país continua praticando taxas de juros em algumas linhas entre 250% e 350% anuais e os reflexos nas demais linhas de crédito ao consumo tem baixa sinergia com a SELIC, , o que é um grande contraditório e o efeito assim é, para a população, mas psicológico do que efetivo.

Mas de toda forma impacta em dispêndios do governo com a dívida pública e em linhas de financiamentos que concede de forma seletiva.…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook  ngo-icon d-rss  ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo